Postado em Mundo Renner

Como equilibrar a vida pessoal e a profissional?

Uma pesquisa global divulgada recentemente pela consultoria Hay Group informa: 39% das pessoas de todo o mundo não consegue equilibrar a vida profissional e a pessoal. Os dados ainda provam que 52% dos trabalhadores acreditam que suas áreas não têm pessoas suficientes para realizar as tarefas solicitadas e, por esse motivo, precisam fazer mais em troca de reconhecimento.

Para o consultor de RH Felipe Fernandes, a pesquisa mostra uma tendência alarmante. “A economia global, que anda mal, é fator importante nessa pesquisa. Para diminuir os custos, as empresas realizam cortes aqui e ali a cada ano. Os funcionários que ficam, se vêem sobrecarregados e, muitas vezes, pressionados a cumprir cargas horárias estressantes. Com a escassez de empregos, ninguém quer arriscar peitar o chefe e ser demitido. E é aí que o problema começa”.

Quando o profissional começa a atritar com o pessoal, é hora de parar para refletir e seguir alguns passos importantes para recuperar a felicidade sem estresse.

Passo 1: Não acorde já na pilha
É normal, vez ou outra, acordar logo cedo e ficar pensando no relatório que precisa ser entregue para o chefe naquele dia ou na reunião importante que começa em 2 horas. Mas a tensão não pode se repetir diariamente. Para começar bem o seu dia, você precisa focar no presente imediato. Tome uma ducha, coloque uma roupa, delicie-se com um café da manhã e tente pensar no dia no trabalho só quando já estiver à caminho. Acordar uma horinha antes de sair de casa já ajuda você a fazer tudo o que tem que ser feito sem se atrasar e se desesperar.

Passo 2: Lembre-se que a família vem em primeiro lugar
O emprego é importante sim, afinal, é dele que sai o dinheiro para o sustento, mas a sua família é bem mais. Não seja negligente. Visite sempre os pais, não deixe de dar atenção para as crianças e converse sempre com o seu companheiro. É ele quem pode ajudar você a conciliar as tarefas do dia-a-dia. Combine quantos dias da semana cada um busca os filhos no colégio, quem faz a janta, que lava a louça… E claro, não esqueça de reservar tempo para os momentos de lazer.

Passo 3: Marque horários com amigos e apareça!
Perceber que a vida profissional vem invadindo a vida pessoal é fácil. Pergunte-se: ‘Quantos compromissos eu marquei e quantos eu desmarquei em um mês?’ Se a resposta estiver quase igual, alguma coisa está errada. O fluxo de trabalho pode estar intenso, mas trabalhe com o relógio para conseguir cumprir os horários sem ‘dever’ nada ao chefe.

Passo 4: Foque na positividade
É normal ver funcionários estressados desrespeitando seus chefes e dando respostas tortas para colegas de trabalho. Quando isso acontece, é certo que o pessoal invadiu o profissional. Sentir-se cansada por causa do trabalho é uma coisa, mas descontar nos colegas é outra. Faça seu trabalho, tente sair no horário certo, mas lembre-se de não culpar ninguém se algo der errado. Foque nas coisas boas e mantenha o bom humor.

*Conteúdo produzido pela área de Projetos Especiais da Editora Abril.